Consumidores utilizam três ou mais canais digitais para procurar um produto
14/10/2015
SEO & Black Friday: Como devem as marcas preparar-se para esta data?
21/10/2015
Ver tudo

Optimização para motores de pesquisa em 2015

  1. Se tem um website e quer fazê-lo subir no ranking do Google, a boa notícia é que continua a ser possível fazê-lo.
  2. O Google evoluiu e as melhores práticas de SEO também. Factores como a velocidade de carregamento das páginas, a arquitectura de informação do website, o mobile readiness e a experiência de utilização são cada vez mais importantes. Conteúdos de qualidade e actualizações recentes são fundamentais.
  3. A evolução do SEO obriga a trabalhar de forma diferente e em equipa. O profissional de SEO de uma agência tem de interagir com o web designer, com o copywriter e com o marketeer.
  4. Algumas práticas continuam a ser importantes – por exemplo, compreender bem o comportamento de pesquisa e as palavras e expressões utilizadas, dar um título e uma descrição a cada página, usar os heading correctamente, possuir uma boa estrutura de links internos e ter URl’s user friendly…
  5. No caso dos sites que já estão online, um projecto de SEO exige uma rigorosa auditoria técnica e semântica prévia. Com base nos seus resultados, poderá ser necessário reestruturar a arquitectura de informação do site, modificar textos, redigir conteúdos adicionais, tornar o site mobile friendly, mais rápido a carregar e mais intuitivo de navegar. Por vezes, o ideal é mesmo criar um site novo e fazer tudo de raiz, mas bem feito.

 

Conclusão: 

Se está a pensar fazer um website fale com uma agência porque terá o webdesign, o copy e o SEO a trabalharem em equipa. Isso hoje é essencial.
Um site optimizado para surgir bem posicionado nas pesquisas tem ainda mais valor pois garante que as pessoas encontram as empresas certas no momento certo sem terem de ser importunadas.

Os comentários estão fechados.